quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Já faltou mais

Estou desejando que chegue o dia em que possa mudar de vida, novamente. Pegar nas malas e poder começar de novo. Já faz um tempo que procuro aquele que será o meu lar, a minha vida. Não tenho casa fixa há uns anos, aliás até tenho, essa casa - a minha casa - é a casa da minha avó, na qual cresci e vivi durante toda a minha vida. Depois saí para estudar, trabalhar, procurar..! Espero agora, mais uma vez, que os ventos me levem para A mudança da minha vida. Um trabalho estável, num local onde me sinta em casa.

Quero a minha vida e a minha alma a estabilizar como um barco a chegar ao seu porto. Quero a minha vida a perceber o seu rumo de uma vez por todas. Estou cansada de andar ao desbravar, sem eira nem beira, como se eu mesma fosse um mar agitado que encandeia ondas ferozes para todos os lados e mais alguns. Preciso que a maré baixe, que as águas acalmem e que tudo aquilo que um dia sonhei para mim, seja de todo, verdade.

Faltam dois meses para um Adeus a esta cidade que também acolheu as minhas águas agitadas e um olá a um começar, que se espera, luminoso. Já faltou mais, muito mais.

3 comentários:

  1. Palavras... sábias e verdadeiras. Engraçado... meu momento atual reflete muito isso...
    Como uma luva...
    Acho que Deus coloca tudo no caminho certo, na hora certa e do jeito certo!

    Gostoso de ler...

    ResponderEliminar
  2. Como te compreendo :)
    A minha casa é o Porto, e sei que um dia vou voltar!

    Beijinhos grandes e espero que encontres essa casa!

    ResponderEliminar
  3. Boa sorte nessa busca. Quando encontrares "o teu lar" hás-de reconhecê-lo. Beijos

    ResponderEliminar